Primeiramente, saiba que o Auxílio Gás, que passou pela Câmara dos Deputados, ainda aguarda a aprovação do presidente para ser oficialmente implementado. 

Criado para ajudar famílias carentes, este novo subsídio proporcionará auxílio equivalente a 50% do valor comercial do botijão que contém 13 kg.

Antes de mais nada, precisamos lembrar que hoje o gás tem o preço superior a R$100 na maioria das regiões do Brasil. O auxílio gás deve vir a cada dois meses.

O benefício do auxílio gás, tem prazo inicial de 5 anos e custará para os cofres do governo, um valor próximo de R$592 milhões. Entretanto, ele será financiado por subvenções de royalties de produção de óleo e gás.

Além disso, também terão dividendos da Petrobras pagos pelo Tesouro Nacional. 

Como acessar os serviços? 

Certamente, se você chegou até aqui, está interessado no benefício. Por isso, vamos te dar as informações necessárias para que saia daqui sem nenhuma dúvida de como será o benefício e quem se encaixa para fazer a solicitação.

O governo pretende usar as informações das pessoas cadastradas no Cadastro único (CadÚnico)

O beneficiário deve, portanto, justificar uma renda familiar igual a meio salário mínimo, que é de R$550, mensal. Contudo, também serão contemplados familiares de beneficiárias do BPC.

Além disso, as mulheres vítimas de violência doméstica serão beneficiadas por medidas de proteção. 

Sendo assim, para se inscrever no programa, as famílias devem selecionar um representante menor de 16 anos entre os moradores da residência.

De certa forma, é preferencialmente sugestivo, a escolha de mulheres, para comparecer ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Esta por sua vez, deverá estar com todos os documentos e necessidades necessários. 

Portanto, neste caso, é necessário ter o CPF ou cartão de eleitor e entregar a cada familiar pelo menos um dos documentos abaixo mencionados: 

  • Certidão de nascimento; 
  • Certidão de casamento; 
  • CPF; 
  • Bilhete de Identidade – RG; 
  • Cartão de trabalho; 
  • Título do eleitor; 
  • Registro Administrativo de Nascimentos Nativos (RANI) – somente se a pessoa for nativa. 

Por fim, ainda segundo o governo federal, a Auxílio Gás considerou o cenário de aumento do preço dos botijões, que tornou impossível a compra pelas famílias carentes. Este cenário do Brasil vem sendo muito questionado, por isso, não só o governo federal, mas também o governo do estado estuda ações para amparar essas famílias.

Da mesma forma, esse aumento prejudicou ainda mais o orçamento do Brasil, que já se comprometeu a reajustar os preços dos combustíveis, alimentos, energia elétrica e muito mais. 

Quais as regras gerais do Auxílio Gás?

Agora, vamos falar um pouco mais sobre como será aplicado este benefício. Segundo o Governo Federal, o valor do serviço varia de acordo com as regiões do país.

Como dito anteriormente, a regra geral é o pagamento de 50% do valor de uma garrafa de 13 kg. Ou seja, depende do preço de venda onde mora a família. 

CadÚnico e sua Atualização para o Auxílio Gás 

Para usufruir dos benefícios, o governo exige que os cidadãos estejam cadastrados no CadÚnico. Todavia, vale lembrar que mesmo já sendo registrado, será necessário atualizar as informações, caso esteja a 2 anos sem realizar o procedimento. 

Para fazer a inscrição a família deve escolher um representante que seja maior que 16 anos e preferencialmente mulher. Lembre-se que o procedimento é presencial nos Centros de Assistência Social. 

Ponto de vista dos especialistas para o Auxílio Gás

De acordo com algumas pesquisas, assim como, diante o atual cenário brasileiro, este abono ajudará na manutenção das despesas domésticas. Certamente, porque o custo de vida não para de crescer, o preço dos alimentos, da energia elétrica e do gás disparou.

Cada vez mais temos pessoas nas ruas em situação de risco social, sem moradia digna, passando frio e fome. Sendo assim, pedir o auxílio gás em uma campanha de pagamento é uma das maneiras encontradas para evitar a fome.

Assim, o valor concedido em benefícios variará em função do valor de venda do produto, ou seja, em função do preço da base onde a família pretende viver.

Auxílio Gás em São Paulo 

Graças ao programa de proteção social do governo Auxílio Gás, diversas famílias pobres ou em extrema pobreza vivem em comunidades carentes e favelas. 

Contudo, no Estado, o critério inclui as famílias cadastradas em Cadúnico (sem Bolsa Família).

Cuja renda per capita mensal pode chegar a R$ 178,00. 

Para verificar a elegibilidade aos benefícios, o cidadão deve visitar o site oficial do Auxílio Gás (www.valegas.sp.gov.br).

Por fim, é necessário digitar o seu NIS (número de registro social) para acessar as informações.

Entretanto, você receberá uma notificação se sua família tem direito aos benefícios e poderá receber instruções sobre como fazer um saque único (de cada pagamento).

No site oficial do Programa Bolsa do Povo é feito todo este processo. 

É importante atualizar seus dados pessoais ao se cadastrar no site da Bolsa do Povo para receber informações sobre o programa, tenha atenção nisso.

Verifique se você foi selecionado 

Para saber se você foi selecionado para receber os benefícios que incluem o Auxílio Gás, acesse o site do programa: www.valegas.sp.gov.br. 

Está paágina exibe um link que orienta o cidadão no site da Bolsa do Povo. Para mais informações e dúvidas, entre em contato com a Central de Atendimento pelo número 0800 797980.

Bolsa do Povo 

O governo criou o Bolsa do Povo em maio deste ano, com o objetivo de focar na gestão de benefícios, ações e projetos para pessoas vulneráveis ​​na sociedade.

Esta notícia foi útil para você? Então compartilhe nas redes sociais!