O objetivo do empreendedorismo social é produzir bens ou serviços que de certa forma beneficia uma sociedade local ou global, tem como foco principal os problemas que a sociedade enfrenta de perto.

O empreendedorismo social resgata pessoas que se encontram em situações de risco social e promove a melhora de sua condição financeira.

Como o empreendedorismo social lucra

O lucro é um fator que diferencia o empreendedorismo comum para o empreendedorismo social. O empreendedorismo comum tem como meta o lucro do seu empreendimento, tem como proposta atender diversos mercados que podem pagar pelo seu produto ou serviço, ou seja, é um empreendimento voltado para geração de lucro.

Então sempre quando alguém abre um novo empreendimento comum a expectativa dele é sempre algum ganho pessoal, no qual é a condição de sustentabilidade do seu empreendimento.

O empreendimento social é bem diferente do empreendimento comum em questões lucrativas, que não tem como prioridade gerar lucros para seus investidores.

O empreendedorismo social tem como objetivo os benefícios que podem trazer quando se transforma pessoas em grande escala, que deem um benefícios para a sociedade em geral, com ajuda a população em situações críticas, desfavorecidas pela sociedade.

Estrutura do empreendedorismo social

No empreendedorismo social há três tópicos principais.

  1. A identificação de pessoas em situação de exclusão, marginalização ou sofrimento que não tem renda ou influência para se beneficiar e transformar sua vida.
  2. Identificar esses pontos que a sociedade enfrenta alguma “injustiça”, desenvolver valores sociais em forma de criatividade, inspiração, coragem e ação direta, assim ajudando a trazer uma hegemonia do estado estável.
  3. Por fim criando um equilíbrio estável que liberte um potencial que não havia sido descoberto dando uma nova chance de sair da situação que se encontram, assegurando um futuro que não tinha sido explorado ainda. 

Conceito de empreendedorismo social

O empreendedorismo social é bem diferente de assistência social e ativismo social, por mais valiosas que sejam são diferentes.

O serviço social se baseia da seguinte maneira, identificam um problema social e se comprometem a criar uma solução para ele, criando escolas para órfãos, ajudando pessoas que carregam o vírus da HIV e coisas nesse aspecto.

O serviço social se prende a isso, na população local e seus recursos são aqueles que são capazes de chamar atenção e conseguir ajuda de terceiros.

Sendo assim, seria impossível realizar esses dois exemplos de ações com empreendedorismo social, seria necessário um plano que a escola criaria uma rede de escolas para assegurar a base de seu princípio.

O ativismo social por mais que tenha um objetivo parecido com o empreendedorismo social ele age de forma diferente, ao invés de agir diretamente no problema ele tentar criar ações indiretas influenciando o governo, consumidores, ONGs e trabalhadores.

O ativismos bem realizado pode trazer melhorias significativas para a sociedade e até mesmo mudar a situação dela. Não se podem chamar os ativistas de empreendedores sociais porque eles são pessoas com personalidade exaltada.