O desempenho do Ifix vem tirando a noite de diversos investidores que usam o mercado como fonte para conseguir sua independência financeira.

Isso porque, a queda no índice vem marcando um efeito negativo que pode demorar para se recuperar.

Impactando não apenas o mercado imobiliário, mas diversos outros setores e você precisa entender para saber se posicionar da melhor forma, confira:

O que é o Ifix?

O Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários é uma das formas que a B3 disponibiliza para demonstrar ao público como estão os Fundos.

Nesse caso, ele pega os principais disponíveis no mercado e, com base em uma análise própria, resulta em um valor.

Esse número pode subir ou descer a partir de situações onde o mercado pode estar sendo afetado.

Com isso, serve, desde 2012, como um meio das pessoas terem mais confiança na sua tomada de decisão.

Um grande diferencial que o Ifix também leva em consideração é a distribuição de proventos que acontece durante o período e que está incluso nas suas métricas.

Como funciona o Ifix?

Utilizando uma metodologia própria, o Ifix tem como base as principais opções do mercado que são distribuídas entre números do índice.

Geralmente desconhecido, não há uma maneira perfeita para entender tudo que o Ifix leva em consideração.

Apesar disso, algumas de suas características são conhecidas entre os investidores como por exemplo:

  • Não pode ser negociado a valores inferiores a 1 real;
  • Ser negociado em 1 a cada 6 papéis do pregão durante o período vigente;
  • Estar presente nas últimas 3 carteiras que estão representando 99% dos índices de Negociabilidade.

Faltando algum dos pontos anteriores, o fundo deixa de estar presente no Ifix para abrir posição para outro.

Vale ressaltar também que a presença de um fundo imobiliário não pode ser superior a 20% do índice.

Porque o Ifix está caindo?

Uma das principais razões do Ifix estar caindo é com a mudança que o Brasil vai enfrentar de governo.

Com isso, os investidores começam a ficar com muito mais medos e receios pelo que vai estar presente a partir do dia 1 de Janeiro de 2023.

Esperando a poeira baixar para começar a ganhar confiança e voltar a investir nas opções de Fundos Imobiliários.

O que pode levar alguns meses, ou alguns anos para conseguir se recuperar, mas apenas o futuro terá a resposta.

Entre os principais fundos imobiliários que vêm caindo, os principais ganhando destaque na onda vermelha são:

  • Bluemacaw Renda+ FOF;
  • Malls Brasil Plural;
  • SP Downtown;
  • XP Log;
  • XP Industrial.

Quais as alternativas para a queda do Ifix

Uma das primeiras coisas que as pessoas começam a fazer é a troca de investimento por aqueles que vem subindo durante o período.

O que pode não ser uma boa decisão, afinal, há uma série de variáveis que precisam ser consideradas.

Entretanto, opções fixas como Tesouro Direto, CDB entre outros simples de serem operados são boas opções.

Apesar de não conseguirem retornar lucros de uma maneira muito alta como acontece nos fundos imobiliários.

Impede você de continuar perdendo dinheiro e espera até que a onda de queda acabe para voltar para o seu mercado de atuação.

A tributação dos FIIs

Outro grande tema de grande relevância para as pessoas que estão no mercado de Fundos Imobiliários está na sua tributação.

Afinal, mesmo com todo o controle sobre os retornos, pagar mais impostos do que estamos acostumados pode ser um transtorno financeiro.

E, em alguns casos, pode levar os investimentos a deixarem de existir porque as pessoas não conseguem ver um estímulo em colocar seu dinheiro nele.

Apesar disso, o maior de todos os desafios, segundo o especialista de investimentos Arthur Vieira de Moraes, é a taxa de juros.

Sendo o país, um dos que mais cobra taxas, esse é um dos principais problemas e a verdadeira razão por trás de considerar ou não a tributação.

Ibovespa ou Ifix, qual escolher?

A análise do Ibovespa e do Ifix é muito próxima e tem resultados parecidos quando comparado com os anos de existência.

Dito isso, é muito mais simples escolher o mercado pelo qual você está próximo e acompanhando.

Até para evitar perder o dinheiro do investimento com um mercado que envolve variáveis diferentes.

Pois, mesmo que andem paralelos no longo prazo, o curto prazo é reservado por variações particulares.

Vale a pena investir em Ifix nesse momento?

A tomada de decisão não é simples e você precisa levar em consideração alguns pontos para sair ou permanecer em seu investimento.

O primeiro é analisar as tendências de baixa para ver se está no fim, iniciando o processo de alta.

Em seguida, sempre busque respostas racionais para a tomada de decisão, afinal, o setor pode ser impactado por algumas realidades do mercado.

Por isso, para investir nos índices de Fundos Imobiliários exigem comprometimento a longo prazo que precisa ser respeitado para profissionalizar sua atividade.

Conclusão

Ifix pode surpreender muitas pessoas no futuro caso consiga se reerguer e estabelecer o valor natural.

Apesar de levar um pouco de tempo, você precisa acompanhar as notícias e informações para não perder nada do mundo financeiro.