Com as diversas soluções que temos com poucos passos apenas no celular, a vida do brasileiro melhorou muito depois dessa revolução digital que está afetando principalmente os Bancos.

Antes, eram dias perdidos em filas e mais filas para entender como resolver um problema e esperar ainda mais até o processamento do sistema interno. Agora, com algumas mensagens pelo próprio aplicativo, as instituições já conseguem entender a necessidade e solucionar o mais rápido possível.

Infelizmente, muitas pessoas não conhecem o caminho da atual situação financeira do cartão de crédito para o pedido de estorno. Criando passos desnecessários e prolongando algumas ações que poderiam ser resolvidas em segundos, levar dias ou até semanas para serem concluídas.

Para descomplicar a sua vida e de milhares de pessoas que estão passando pela mesma situação, criamos um guia com a principais informações, acompanhe!

O que é estorno de cartão crédito?

Um estorno é um processo em que os usuários precisam cancelar uma determinada compra que ocorreu em seu cartão de crédito. Com o cancelamento, é comum que as instituições depositem o valor que você já realizou o pagamento diretamente pelo seu cartão, ou em uma conta corrente autorizada por você.

Um exemplo que pode ajudar você a fixar esse processo: Imagine comprar um ar condicionado, mas ele não está conseguindo dar conta do recado porque veio com um defeito de fabricação.

Mas, depois de adquiri-lo, você não quer mais ele nem se estivesse em pleno funcionamento. Nesse caso, é possível sim, exigir um estorno da empresa que você adquiriu esse ar-condicionado e receber tudo que foi pago até o momento.

Como funciona o estorno?

Antes de saber se você tem ou não direito, é preciso conhecer como funciona essa modalidade para não perder tempo em certos passos. Dessa forma, será preciso ver se as seguintes situações acontecem com você, pois estão asseguradas no código de defesa do consumidor:

  • Entregaram um produto errado.
  • Não cumpriu o prazo de entrega.
  • Não recebeu o seu produto.
  • Você foi uma vítima de fraude com o cartão de crédito.
  • Houve uma cobrança de forma indevida ou duplicada.

Para mais informações, é preciso acompanhar o Código de Defesa do Consumidor, clique aqui e utilize-o como livro para dormir com o travesseiro em cima.

O que fazer se eu não receber o estorno?

Num primeiro momento, a empresa tem a opção de não querer realizar o estorno automático para você.

Nesse caso, você precisa enviar toda a documentação que comprove a situação que você está passando para a empresa que está administrando o seu cartão de crédito.

Há casos extremos em que as empresas ferem o direito do consumidor, caso esteja sendo vítima dessa violação, procure um advogado especializado agora mesmo e tenha um suporte para o período que está passando.

Para ter mais confiabilidade no seu advogado, consulte os dados dele no site da Ordem dos Advogados do Brasil, o resultado ajuda a dar mais confiança na pessoa que estará do seu lado durante o processo.

Checklist para não ter problemas com suas compras

Não dá para cometer diversos erros seguidos, para darmos um fim, ou iniciar o processo de “blindagem” da sua conta no cartão de crédito, é preciso ficar atento aos seguintes itens quando precisar realizar alguma compra:

  1. Nunca empreste seu cartão para terceiros.
  2. Análise a reputação de sites antes de comprar, veja sites como o Reclame Aqui e os comentários nas redes sociais da empresa.
  3. Confira as datas das entregas e se possível registre todo o processo.
  4. Consulte o CNPJ e veja os detalhes da empresa no registro dos órgãos competentes como a Junta Comercial.

Apesar de parecerem passos que irão consumir seu tempo, realizar algumas destas ações irá economizar o seu com processos de cancelamento e estorno das compras.

Cancelar compra e estornar é a mesma coisa?

Uma dúvida muito comum é em relação ao cancelamento e estorno. Ao misturar essas duas vertentes na mente, criamos situações que podem não terem soluções por parte dos bancos.

A primeira coisa que você precisa entender é que o estorno é o cancelamento de alguma coisa feita com o cartão de crédito. Entretanto, o cancelamento da compra, não representa um estorno automático para o mesmo.

Isso acontece porque cancelar é um ato que pode ser feito a qualquer momento, dependendo da instituição bancária, e o limite será aberto em até 72 horas de quando o pedido for feito por você.

Já o estorno é quando você efetuou o pagamento de determinadas parcelas, e precisa que o saldo retorne para você como um valor de débito. E o processo para isso acontecer é ainda mais demorado, podendo levar até duas faturas para conseguir.

Um alerta que podemos dar para você é olhar sempre que for realizar uma compra, principalmente aquelas de viagem que incluem hotel, passagem entre outros, é comum de algumas empresas não estarem dispostas a realizar o estorno.

Pois, estão no direito delas ao informarem antes de realizar a compra e ser um processo, em teoria acordado entre você.

Conclusão

Imagine todo o tempo que você economizou apenas lendo o nosso artigo. Isso é um privilégio pois, no futuro, é possível utilizar seu tempo para algo que realmente goste e não apenas em processos burocráticos.

Com o tempo, é de se esperar que essa pandemia de facilidades se espalhe para as diversas áreas da nossa vida que ainda levam dias, semanas, meses para serem concluídas.

Por isso, vemos a história sendo escrita e cada um tem o papel ativo de mostrar pontos de melhorias e exigir mudanças tanto do setor público, quanto do privado.

Nesse ponto, você tem o poder de mudar a vida de mais pessoas que estão com dúvidas sobre o processo de estorno de cartão de crédito, por este motivo, compartilhe agora nas redes sociais para que um número maior de pessoas vejam os passos a serem seguidos.